Palácio Brigadeiro Tobias – FUNDEC

Palácio Brigadeiro Tobias | FUNDEC

FUNDEC

Aarte e a cultura são os retratos da realidade e dos anseios de um povo e, por isso, sempre foram os agentes que transformaram a sociedade. Baseada nessa crença, a FUNDEC – Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba – trabalha oferecendo às pessoas a chance de desenvolver talentos e apreciar arte de qualidade. Mantida pela Prefeitura de Sorocaba, a entidade atua na difusão cultural e na formação artística em Sorocaba.

Sala Fundec - Apresentação da Orquestra Experimental da Fundec.

Constituída em 1992, essa entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, administra a Orquestra Sinfônica de Sorocaba, o Instituto Municipal de Música, o Núcleo de Informações, de Corais, de Dança, Artes e Teatro, o Cineclube Municipal, a Banda Sinfônica, a Big Band, a Orquestra Off e um Salão de Exposições. Abriga, também, a Sala Fundec, importante e requisitado espaço para apresentações das mais diversas.

“Atua na difusão cultural e na formação artística em Sorocaba.”

Palácio Brigadeiro Tobias

Quem passa pela Rua Brigadeiro Tobias não imagina a importância do bonito prédio da Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba (Fundec) na história de Sorocaba. Ali já funcionaram o Teatro São Rafael, a Prefeitura e depois a Câmara Municipal.

Personalidades importantes da história do Brasil, como o Imperador Dom Pedro II e figuras históricas de Sorocaba e do estado de São Paulo, já estiveram ali para assistir a espetáculos ou a solenidades políticas e, mais recentemente, para participar de eventos culturais.

Teatro São Rafael - Representação ilustrativa do antigo Teatro São Rafael inaugurado em 1844.

A área compreendida entre as ruas Monsenhor João Soares e Brigadeiro Tobias até a Praça do Canhão pertencia à família Tobias. Dona Gertrudes, mãe do Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, doou parte do terreno à Bela União Sorocabana (uma sociedade de pessoas ligadas a um partido político da época). A finalidade era a de construir um teatro, maior que o existente na época, o Teatro Santa Clara.

Construído em taipa de pilão, o imponente teatro São Rafael foi inaugurado com uma grande festa em 1844 e logo se tornaria o preferido dos sorocabanos. Os espetáculos atraíam grande público e personalidades ilustres da sociedade local. Até o Imperador D. Pedro II assistiu ali a uma apresentação teatral.

Teatro São Rafael - Fechou as portas em 1933 e depois de dois anos já era ocupado pela Prefeitura Municipal.

O grande movimento de pessoas no teatro e a imponência do prédio obrigaram a abertura de uma via que ligasse as ruas XV de Novembro e Monsenhor João Soares. Inicialmente essa via era chamada de Rua do Beco do Teatro, mas depois foi denominada Rua Brigadeiro Tobias.

Por muitos anos o São Rafael recebeu grandes companhias de teatro, com apresentações que lotavam suas dependências. Mas pouco a pouco os bons espetáculos foram se tornando raros e o público desaparecendo, até que em 1933 fechou as portas definitivamente.

O majestoso prédio sofreu algumas adaptações e dois anos depois já era ocupado pela Prefeitura Municipal, que funcionou ali até 1981, quando se transferiu para o Alto da Boa Vista.

Com o prédio desocupado, novas adaptações foram realizadas, dessa vez para receber a Câmara Municipal. No ano de 1999, o Legislativo também se mudou para seu novo prédio, no Alto da Boa Vista, ao lado do Paço Municipal.

Brigadeiro Tobias

Rafael Tobias de Aguiar - Óleo sobre tela – A. Barbieri – em exposição no Museu Histórico Sorocabano.

Rafael Tobias de Aguiar figura entre os grandes nomes da política paulista e brasileira. Foi um dos mais respeitados chefes liberais da primeira metade do século XIX. Com apenas 26 anos, treinou e armou mais de 100 homens para, no Rio de Janeiro, combater as tropas portuguesas que se opunham à independência do Brasil. Um dos mais ilustres sorocabanos da história, o Brigadeiro Tobias nasceu em quatro de outubro de 1795.

Em São Paulo, foi eleito membro dos conselhos provinciais várias vezes e deputado às Cortes, em Lisboa. Por duas vezes foi presidente da província, algo equivalente a governador de estado, entre 1831 e 1841, o que lhe rendeu o honroso posto de Brigadeiro do Império.

Realizou excelente administração, aplicando seu próprio ordenado em escolas, obras públicas e de caridade. Do salário a que seu cargo fazia jus, não quis um centavo sequer. Ao contrário, como os cofres da província estavam vazios quando assumiu, emprestou duas vezes à fazenda pública uma vultosa quantia, sem exigir juros algum.

“Considerado um dos homens mais notáveis da história pátria.”

Liderou a Revolução Liberal de 1842, junto com o padre Diogo Antônio Feijó. Em maio daquele mesmo ano, Sorocaba foi declarada capital provisória da Província e o político Brigadeiro Tobias, seu presidente interino.

Monumento Brigadeiro Tobias - Instalado na praça Arthur Fajardo.

Formando a chamada Coluna Libertadora, com 1.500 homens, tentou invadir São Paulo e depor o presidente da Província, o Barão de Monte Alegre. Dias antes da batalha, casou-se com Domitila de Castro Canto e Mello, a marquesa de Santos, com quem já tinha seis filhos. Derrotado e preso pelas forças imperiais, tentou fugir para juntar-se aos farroupilhas, no sul do Brasil, mas foi detido no caminho, ficando preso na Fortaleza da Laje, no Rio de Janeiro. Anistiado, deixou a prisão em 1844, retornando a São Paulo, onde foi recebido por uma grande massa popular

Três dias depois de ter completado 62 anos, morreu durante uma viagem de Santos ao Rio de Janeiro, a bordo do vapor Piratininga. É considerado o patrono da Polícia Militar do Estado de São Paulo e seu nome batiza o 1.o Batalhão de Choque. Rafael Tobias de Aguiar foi o chefe mais popular do Partido Liberal Paulista e considerado um dos homens mais notáveis da história pátria.

“Casou com Domitila de Castro Canto e Mello, a marquesa de Santos.”

Em Sorocaba, denomina a antiga Rua do Beco do Teatro, empresta seu nome a um distrito e, em sua homenagem, há 39 anos a Prefeitura de Sorocaba, o Comando de Policiamento do Interior-7 e o Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba promovem a Semana Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, repleta de atividades alusivas à memória desse importante sorocabano.